ALERTA AOS HOMEOPATAS!

Prezados Alunos e Homeopatas;

Alertamos que algumas condutas não podem ser implementadas pelos homeopatas não médicos sob o risco de penalização grave perante a legislação brasileira. O curso de homeopatia do Instituto/Homeobras não pactua com nenhuma publicação que envolva os itens abaixo nas mídias sociais e demais meios de comunicação:

– Prescrever fórmulas compostas homeopáticas – remédios industrializados;

– Prescrever Oscilococcinum CH200, porque é remédio tarjado pela Boiron;

– Desaconselhar a internação hospitalar e assumir o tratamento;

– Utilizar o termo “vacinas homeopáticas”

– Desaconselhar o uso das vacinas oficiais;

– Retirada de fármacos dos doentes, apenas o especialista poderá fazê-lo;

– Ensinar a fazer remédios para humanos, pois compete aos farmacêuticos homeopatas;

– Atender casos graves com risco de óbito- prescreva o remédio e oriente ir imediatamente ao pronto socorro;

– Atacar diretamente o sistema oficial alopático – use para tal bibliografias adequadas para manifestar sua opinião;

– Usar o termo “Cura” é crime pelo código penal;

– Coletar secreções, tocar o doente;

– Fazer diagnóstico;

– Vender remédios homeopáticos no consultório;

Na obra Do Reine Arzneimittellehre, “Contraste entre o Velho e o Novo Sistema de Medicina“, de 1825, Parte IV, 2ª Edição, Samuel Hahnemann diz claramente:

“Poderia o capricho do médico ir além, ou gracejar mais pecaminosamente com a vida humana?
Mas quanto tempo este jogo irresponsável com a vida humana ainda deverá perdurar?

Após 23 séculos de um tal modo criminoso de proceder, agora que a raça humana inteira parece estar acordando a fim de reivindicar poderosamente seus direitos, não deverá o dia começar a raiar para a libertação da humanidade sofredora que tem sido até aqui angustiada com as doenças, e além disso torturada com medicamentos administrados sem pé nem cabeça, e sem limite quanto ao número e quantidade, para doenças imaginárias, em conformidade com as noções mais selvagens de métodos orgulhosos da antiguidade de sua facção:

Deverá a trapaça perniciosa do tratamento rotineiro ainda continuar a existir?

Deve a súplica do paciente, para ouvir em consideração aos seus sofrimentos, em vão ressoar no ar sem ser ouvida pelos seus irmãos de humanidade, sem chamar a atenção proveitosa de algum coração humano? …….

E pretendia-se continuar agindo desse modo pernicioso ao homem a despeito da verdade que fala com som de trombeta para nosso conhecimento, porque, desde os tempos mais remotos, tem sido de praxe torturar metodicamente a humanidade sofredora dessa maneira não natural em troca do dinheiro das pessoas? – Para prejuízo delas!

Qual coração humano, no qual a menor centelha da advertência de Deus ainda existe, que não tremeria ante esta abominação?”


Agradeço a compreensão de todos e para o bem da homeopatia no Brasil.

Um grande abraço Hahnemannianno

Prof Eliete M M Fagundes