Sobre Nós

Linha do Tempo: Conheça a trajetória de vida e profissional da professora de Homeopatia Eliete MM Fagundes

Tesouro

Os Cursos de Ciência da Homeopatia são, atualmente, abertos a profissionais de todas as áreas do conhecimento, esta foi uma das maiores conquistas alcançadas!

       Esclarecemos que, independentemente de sua formação, quer seja da área da saúde como enfermeiro, odontólogo, etc, área ambiental, área de exatas, área das ciências humanas, etc, a certificação pelo Instituto Tec. Hahemann lhe embasará legalmente para atuar como Homeopata. Esta conquista foi sendo gradativamente alcançada por trabalho diário incansável, a mais de 30 anos, com enfrentamento de dezenas de processos judiciais com o objetivo de impedir a realização dos cursos, mas foram vencidos.
       Com o passar do tempo, foram sendo criadas jurisprudências na área do direito, espaços foram sendo abertos nos ministérios do trabalho, educação, agricultura, ciência e tecnologia e ministério da saúde, que foram fortalecendo a atuação do homeopata não médico.
       Hoje você tem base sólida para atuar e cada vez mais o reconhecimento do homeopata está sendo maior. Dentre nossos milhares de alunos, grande percentagem fizeram os cursos para tratar a si e aos seus familiares, isso pelo fato de não alcançar seus objetivos com os demais métodos de tratamento. Outra percentagem foi para simplesmente agregar horas de conhecimento em suas áreas de pesquisa e outros prepararam-se realmente para exercer a homeopatia como ocupação, profissão, pelo CBO. 
      Não existe homeopata em 80% dos municípios brasileiros e o SUS está cada vez mais consciente de que necessita ofertar à população o acesso a homeopatia. Ser o melhor homeopata é o seu cartão de visita e, para isso, lhe ensinamos a homeopatia Hahnemannianna a mais pura, todavia, adequada a nossa contemporaneidade, ao século XXI e sem modismos. 
      O sucesso de nossos alunos é o sucesso dos cursos, a prova é que 65% dos alunos são sempre indicações de ex alunos ou de alunos frequentes, por isso o interesse de que você tenha a melhor formação possível, da melhor qualidade. Temos por objetivo principal a harmonização individual, pois é ela quem lhe sustentará para agir com equilíbrio, ética e bom senso mantendo a figura do Homeopata “Idôneo” como Patrimônio Histórico e Cultural Brasileiro.
     Bem vindo a família Homeopata!

1964

Eliete Maria Madeira Fagundes nasce na cidade de Caçapava do Sul – RS. Neta de Braulina Lopes Madeira, homeopata da família nesta cidade, e Izolina Rodrigues Fagundes, fitoterapeuta e benzedeira em Santana da Boa vista- RS.

1978

Eliete muda-se para Santa Maria (RS) onde permanece até o final de 1988. Durante este período, gradua-se pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). http://site.ufsm.br/
Desde 1978, então com 14 anos de idade, Eliete já conhecia a realidade do trabalho desenvolvido no Brasil pelos grupos e Comunidades Eclesiais de Base (CEBs), que já atendiam a população com plantas medicinais. Este primeiro contato se deu através da Congregação das Irmãzinhas da Imaculada Conceição, onde conheceu a Irmã Graciema Tamanho, estudiosa profunda de tratamentos naturais. A irmã trabalha até os dias atuais com medicina natural no Centro de Vida Madre Clarice, em Igarapé/MG. No início dos anos 90, este grupo da Pastoral da Saúde da Igreja Católica começou a se interessar pela homeopatia e, em 1996, Eliete participou da fundação da Associação Brasileira de Homeopatia Popular (ABHP), em Cuiabá / MT.

Escalando o a Pedra Grande de Igarapé em 2017, no retiro holístico do centro
Escalando o a Pedra Grande de Igarapé em 2017, no retiro holístico do centro

1985

Em abril, Eliete inicia de forma autodidata e intensiva os estudos sobre a homeopatia com livros adquiridos em espanhol, provindos de Buenos Aires, até então conhecia o Medico Homeopata da Família e Homeopatia, de Nilo Cairo, livros perpetuados pelas comunidades Kardecistas nos centos de atendimentos espíritas do Brasil.

1986

Eliete inicia experimentos com homeopatia na agricultura na fazenda da família, em Santana da Boa vista- RS. 

aguas corrdeiras

1988

Após trabalho intenso desenvolvido junto ao legislativo, pela Professora Eliete e pelo Professor Moreno é incluído o Artigo 29 das Disposições Transitórias na Constituição de 1988, do RS, (https://www2.senado.leg.br/bdsf/bitstream/handle/id/70451/CE_RioGrandedoSul.pdf?sequence=4) a proteção e incentivo às Terapias Naturais, através dos deputados Carlos Araújo e Mendes Ribeiro Filho,

1989

Em março, Eliete transfere-se para Porto Alegre, onde intensifica suas pesquisas para o meio ambiente em geral e cria a teorização inédita no contexto da homeopatia mundial, estendendo o conhecimento dos Miasmas da homeopatia a todos os reinos da natureza. Inicia-se, então, uso pioneiro da homeopatia nas plantas no Brasil, e pioneiro a nível mundial nos solos, águas, atmosfera, máquinas e indústrias.

Existem registros de estudos e experimentos homeopáticos nas plantas realizadas nos anos de 1926, 1969, 1976. 1983 e 1984 na Alemanha, França, Índia e Inglaterra, respectivamente. Como a internet surgiu no mundo em 1995, não era possível um intercâmbio de informações a nível de rede de computadores interligados. O que demonstra que esses estudos e descobertas foram realizados de forma particular por cada homeopata em diferentes países. Portanto, dificilmente, um teria tido o acesso ao estudo prévio do outro. Da mesma forma aconteceu com os estudiosos brasileiros que, na década de 80, não tinham nem acesso a computadores.

Também em março desse mesmo ano, Eliete tem a ideia de iniciar o primeiro curso de homeopatia para um pequeno grupo em Porto Alegre, em um sítio, local denominado “Vertente da Saúde”, no bairro Glória. Nesta primeira grade, já constava o estudo da dinâmica miasmática para todos os reinos.

PGRM_VOL_I

1993

Vicente Wagner Dias Casali, PhD em Fitotécnica, matricula-se no curso de homeopatia em BH, no Bairro Floresta, e se interessa pela teorização de Eliete, com o intuito de levar os conhecimentos para a Universidade Federal de Viçosa.

1994

Inicia-se efetivamente a parceria com a UFV, que permitiu o primeiro curso de Extensão Universitária de Homeopatia, profissionalizante, destinado a todas as áreas do conhecimento. O curso de homeopatia também foi pioneiro nesta categoria de extensão Universitária dentro das terapias naturais no Brasil. Assim, as pesquisas de pós doutorado, doutorado e mestrado sobre o uso da homeopatia nas plantas, solos e água são alavancadas na UFV: primeiro em plantas, depois em solos, comprovadas em cerca de 50 trabalhos de mestrado, doutorado e pós-doutorado e, em 2012, o uso da terapêutica nas águas.
http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/174/discover

1994

Inicia-se efetivamente a parceria com a UFV, que permitiu o primeiro curso de Extensão Universitária de Homeopatia, profissionalizante, destinado a todas as áreas do conhecimento. O curso de homeopatia também foi pioneiro nesta categoria de extensão Universitária dentro das terapias naturais no Brasil. Assim, as pesquisas de pós doutorado, doutorado e mestrado sobre o uso da homeopatia nas plantas, solos e água são alavancadas na UFV: primeiro em plantas, depois em solos, comprovadas em cerca de 50 trabalhos de mestrado, doutorado e pós-doutorado e, em 2012, o uso da terapêutica nas águas.
http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/174/discover

1995

Eliete é co-criadora com Professor Moreno da Associação Nacional dos Terapeutas Holísticos e Energéticos – ATENEMG. https://homeopatias.com/objetivos-da-atenemg/  A ATENEMG ajudou a dar suporte legal para a formação de milhares de Terapeutas Homeopatas até a atualidade, além de Angola, na África, com a ajuda do aluno Geraldo André da Silva.

ATENEMG

1996

Eliete faz a primeira pesquisa do uso da homeopatia nas águas, em Brasília, com a parceria da EMATER, através da aluna Vera Lúcia Saldanha. Foi utilizada, inicialmente, na descontaminação de um chorume de lixão.

1997

Primeiro Seminário de Homeopatia no Brasil, com ênfase na Agricultura orgânica, promovido pela Universidade Federal de Viçosa, tendo como organizador o professor Vicente W. Casali que, posteriormente, também organiza centenas de eventos nessa área com parceria e apoio da ATENEMG, CONAHOM, HOMEOBRÁS e Instituto Tecnológico Hahnemann.

1998

Eliete orienta a primeira pesquisa do uso da homeopatia em indústria de curtume, em Belo Horizonte.

Inicia o uso pioneiro da homeopatia em máquinas, com testes em uma frota de ônibus da cidade de Betim-MG.

1999

Inclusão da homeopatia na produção orgânica vegetal e animal através da Instrução normativa número 007 de 19/05/1999 do Ministério da Agricultura.
https://www.agencia.cnptia.embrapa.br/Repositorio/Oficio-circular-7-de-19-de-maio-de-1999_000gy48rvu302wx7ha0b6gs0xgpnhnya.pdf

2000

Após vários anos de intensas batalhas na justiça contra os cursos de homeopatia, em várias instâncias, por processos movidos, simultaneamente, por 23 conselhos de medicina, houve ganho de causa, criando jurisprudências. – (PAC1.22.000.00422212002-59) – de acordo com o artigo 207- “A Homeopatia não é prática exclusiva e restrita aos médicos.https://homeopatias.com/duvidas/a-ciencia-da-homeopatia-nao-e-exclusividade-medica-decisao-ministerio-publico-federal/

2002

Inicia-se efetivamente a parceria com a UFV, que permitiu o primeiro curso de Extensão Universitária de Homeopatia, profissionalizante, destinado a todas as áreas do conhecimento. O curso de homeopatia também foi pioneiro nesta categoria de extensão Universitária dentro das terapias naturais no Brasil. Assim, as pesquisas de pós doutorado, doutorado e mestrado sobre o uso da homeopatia nas plantas, solos e água são alavancadas na UFV: primeiro em plantas, depois em solos, comprovadas em cerca de 50 trabalhos de mestrado, doutorado e pós-doutorado e, em 2012, o uso da terapêutica nas águas.
http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/174/discover

CONAHOM_250x250px

2002

Após várias reuniões de forma presencial, Eliete consegue incluir a Ocupação do Homeopata – não médico – na 2ª edição do CBO, do Ministério do Trabalho- Código 3221-25 Portaria 397/02. https://homeopatias.com/bases-juridicas/portaria-no-397-do-ministerio-do-trabalho-09102002-aprova-o-c-b-o/

2003

Eliete cria o Instituto Tecnológico Hahnemann (ITH), https://homeopatias.com/instituto-tecnologico-hahnemann/ instituição de ensino, com o objetivo de ser mantenedora da Faculdade de Homeopatia e disseminadora do conhecimento da homeopatia para todas as áreas.

ITH_BRASAO

2003

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária  – ANVISA – divulgou a Resolução RDC, nº 139, de 29 de maio de 2003, http://adcon.rn.gov.br/ACERVO/Suvisa/doc/DOC000000000026314.PDF que dispõe sobre o registro e a isenção de registro de medicamentos homeopáticos industrializados. A resolução expõe a tabela de toxicidade relativa de substâncias utilizadas na homeopatia. A professora Eliete esteve pessoalmente na ANVISA em 2002, antes da publicação dessa resolução, para explicar ao então presidente Luiz Carlos Lima  a importância da inversão da tabela tal como acatada pela Anvisa hoje. Antes, os Terapeutas Homeopatas podiam prescrever na escala decimal (DH) e tintura mãe (TM) alguns remédios com nível alto de toxicidade. Após a orientação da Prof. Eliete, a Anvisa revisou as normas e estas foram invertidas. Os remédios tóxicos, na escala decimal e TM, só podem ser prescritas pelos médicos, conforme tabela: 
https://homeopatias.com/bases-juridicas/tabela-de-toxicidade-relativa-de-substancias-utilizadas-na-homeopatia/

2004

A UNESCO e a Fundação Banco do Brasil certificaram a homeopatia na agricultura como Tecnologia Social
(veja: cidadania- e.com.br, Banco de Tecnologia Sociais)

2006

Em 2006 o Ministério da Saúde criou as PNPICS – Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares no Sistema Único de Saúde. A partir deste ano, a Professora Eliete passou a desenvolver um trabalho de incentivo, através dos alunos, de criação de leis municipais e estaduais para a efetivação desta política. Assim, a homeopatia e outras terapias ancestrais são beneficiadas no sentido da sua maior oferta para a população em geral.

2007

Eliete cria a HOMEOBRÁS – Postos de Socorro Homeopáticos LTDA, https://homeopatias.com/homeobras/ com o objetivo de disseminar a distribuição e venda dos remédios homeopáticos industrializados. A intenção é atingir cidades, povoados, vilarejos, comunidades, aglomerados, fazendas, etc, onde não existem farmácias homeopáticas, barateando o custo e o acesso para a população.

HOMEOBRAS_250x250px

2008

Publicação da primeira edição dos livros: PEQUENOS GRANDES REMÉDIOS DRENADORES MIASMÁTICOS – VOLUME I e II

PGRDM_VOL_II

2009


Mais uma ação ganha na justiça que foi decisiva para os homeopatas: a Advocacia Geral da União afirma:
Ação nº 2006.71.00.033780-3/RS – AFIRMOU:” Com relação a homeopatia, o exercício por profissionais não-médicos está previsto pela lei nº 5.991/73 https://homeopatias.com/informacao-geral/base-legal/

Publicação da primeira edição dos livros: RETALHOS HOMEOPÁTICOS – VOLUME I, II e III.

RH_VOL-III

2010

Co-criação do primeiro Curso de Homeopatia online, aberto para todas as áreas profissionais.
Publicação da primeira edição dos livros:PEQUENOS GRANDES REMÉDIOS MIASMÁTICOS – VOLUME I e II – 2009

PGRM_VOL_II

2011

Após intenso trabalho de conscientização e seguindo modelo de Projeto de lei elaborado pela professora Eliete, a cidade de Luziânia-GO foi uma das primeiras a criar a Lei Municipal Nº 3.476 de 28 de novembro de 2011 http://www.luziania.go.leg.br/leis/leis/2011 que “Estabelece no âmbito do município de Luziânia a criação do Programa de Terapia Natural.”

2012

Publicação da primeira edição dos livros: AGENTES BIOLÓGICOS NOSÓDIOS E PLANTAS MEDICINAIS
HIPÓCRATES E A HISTÓRIA DA MEDICINA

ABNOPM
HHM

2013

Término do convênio com a Universidade Federal de Viçosa, após 20 anos de parceria.

2014

Primeiros convênios firmados entre conselhos estaduais e os Cursos do Instituto Tecnológico Hahnemann e Homeobrás.
Farmácia:
Conselho Federal de Farmácia dispõe sobre as atribuições do farmacêutico no âmbito da homeopatia e dá outras providências. (Farmacêutico e homeopata). ESTE VER O ÚLTIMO https://www.legisweb.com.br/legislacao/?id=333715
Fisioterapia:
http://www.crefito2.gov.br/legislacao/acordaos-coffito/acordao-n-611–de-1-de-abril-de-2017-2233.html
Biomedicina:
https://homeopatias.com/duvidas/biomedicos-autorizados-exercer-terapias-energeticas-normat-012012-c-federal-biomedicina/

2015

Eliete cria o Curso de Pós-Graduação Latu Senso em Ciência da Homeopatia https://homeopatias.com/curso-de-pos-graduacao/ aberto a todos os profissionais, das mais variadas áreas do conhecimento.

 – Cadastro no MEC do Curso de Ciência da Homeopatia:

Informações no MEC sobre o Cadastro do Curso de Pós-Graduação – Especialização em Ciência da Homeopatia, acessar:

 

2016

Primeiros convênios firmados entre os conselhos estaduais de farmácia, fisioterapia, biomedicina e os Cursos de Extensão do Instituto Tecnológico Hahnemann e Homeobrás.
Farmácia:
Conselho Federal de Farmácia dispõe sobre as atribuições do farmacêutico no âmbito da homeopatia e dá outras providências. (Farmacêutico e homeopata). ESTE VER O ÚLTIMO https://www.legisweb.com.br/legislacao/?id=333715
Fisioterapia:
http://www.crefito2.gov.br/legislacao/acordaos-coffito/acordao-n-611–de-1-de-abril-de-2017-2233.html
Biomedicina:
https://homeopatias.com/duvidas/biomedicos-autorizados-exercer-terapias-energeticas-normat-012012-c-federal-biomedicina/

2018

Março: Participação da equipe Homeobrás no Congresso Internacional de Terapias Complementares e Integrativas no RJ – http://congrepics.saude.gov.br/#!/
Abril: Eliete recebe em Porto Alegre, pelo Instituto Hahnemann Prêmio Kokhmahá de conhecimento –
https://homeopatias.com/artigos/presidente-da-homeobras-recebe-premio-kokhmaha/

Recebendo o premio do dep. Cherini, organizador do evento e de Daniel Amado, coordenador das Práticas Integativas (PICs) no Ministério da Saúde.
Recebendo o premio do dep. Cherini, organizador do evento e de Daniel Amado, coordenador das Práticas Integativas (PICs) no Ministério da Saúde.
No premio do RS
Com Ernesto Fagundes, que apresentou-se na abertura do evento, do grupo tradicionalista - Os Fagundes - do RS.
No premio do RS Com Ernesto Fagundes, que apresentou-se na abertura do evento, do grupo tradicionalista – Os Fagundes – do RS.
facce7b0-121a-48e0-8032-3bd747678e72