08 de Março - Homeopatia e Dia Internacional da Mulher


"As mulheres devem sentir-se valorizadas em todos os aspectos.

Um dos grandes problemas enfrentados na modernidade, que é atrelado negativamente, erroneamente e insanamente à angustia da mulher por emancipação e independência é normalmente assim interpretado: "Se você é mulher e quer ser igual aos homens, então sofra as consequências!"

Pode parecer algo irreal para poucas pessoas, mas são as atitudes vivenciadas e presenciadas a cada segundo pela grande maioria, por isso sofrem caladas, são chantageadas, coagidas, ameaçadas, violentadas, etc. Isso gera tristeza, mágoas, rancores e ódio muitas vezes contra si mesmas, por ter sido envolvida pela situação e por não ter tomado medidas preventivas.
Nestes casos a homeopatia é muito benéfica, fortalece o emocional e o mental, a pessoa expressa o que pensa, o que sente e consegue solucionar os problemas de uma forma que não seja prejudicial para ambas as partes, este é o ideal, que sabemos difícil de se concretizar, por isso a necessidade de se autoconhecer melhor, de saber dos seus limites, do seu grau de coragem, das suas capacidades internas, assim fica mais fácil enfrentar as situações e a homeopatia é uma ferramenta maravilhosa que nos proporciona tudo isso.

Mais harmonizadas, nos valorizamos mais, uma chave importante que abre caminho para mil direções, aumentando a auto estima, aumentamos nossa autodeterminação, nossa imunidade mental, emocional e física, nossas autodefesas de uma forma global. Com este poder todo, a auto destrutividade não tem vez, pois é mais visível na mulher principalmente nos relacionamentos que mantém, maior causa da perda da autoconfiança, da autocrítica e da sua autenticidade em detrimento do outro que poderá levá-la ao adoecimento.
Saudáveis nos auto preservamos e ficamos cada vez mais auto sustentáveis e harmonizadas, por isso cuide de você, mulher, para ter forças e condições de cuidar de muitas outras, ajudando-as a se livrar do maior perigo que pode ameaçá-las, a aventura do amor covarde, golpista, não autêntico, que pode torná-la ausente de si mesma, atentando contra sua integridade divina.
Se você sofreu ou sofre abusos, desrespeitos, violência, tenha sempre em mente o poder que possui. Portanto, não deixe seu lado suave, feminino, gentil, amoroso, fraterno ser afetado, levante-se e mostre a todos que o poder que temos de gerar um novo ser é o mesmo poder que nos foi dado de gerar uma nova vida para nós mesmas."

(Profª Eliete M M Fagundes)

Compartilhe nas Redes Sociais